Como Começou o Airsoft no Mundo ?

O Airsoft começou no Japão, país em que a comercialização de armas de fogo para civis é totalmente proibida. Devido a essa proibição, nos anos 70, um grupo de pessoas que gostavam de armas e que gostariam de praticar tiro, criou equipamentos que simulam os armamentos. Inicialmente criaram springs ( mola ) e alguns modelos a gás, mas foi a empresa japonesa Tokyo Marui, a primeira a produzir equipamentos para Airsoft no mundo do tipo AEG ( Elétricas ).

As peças simulam armas de fogo atiram projéteis de plástico e por isso não são letais e nem causam ferimentos graves caso alguém seja atingido por um tiro.

No início, o Airsoft se resumia para a prática de tiro ao alvo, mas com o passar dos anos, o termo também passou a ser utilizado em jogos de combate, simulando ações dos exércitos nas guerras.

Popularização do Airsoft no Mundo

A indústria de videogames passou a investir muito em jogos de guerra como Call Of Duty e Battlefield e, além disso, o cinema sempre retratou esse universo em diversos longas-metragens de sucesso.

Toda essa influência fez com que os admiradores das práticas militares buscassem por algo mais real e assim o Airsoft se tornou popular.

Nos primeiros anos, a grande maioria dos praticantes do airsoft eram jovens do sexo masculino fascinados pelo conceito mítico do herói das histórias de ação e aventura. No entanto, com o passar dos anos, o número de praticantes aumentou, atingindo também outros públicos. Hoje em dia existem até mesmo mulheres que praticam o Airsoft.

As simulações e jogos estão cada vez mais reais, com a evolução do esporte, os armamentos e equipamentos simulam cada vez mais a realidade !